20 de março de 2012

Poeminha inspirado por Álvaro de Campos, na aula de literatura portuguesa

Depois de vários minutos
Mesmo sem a história da galinha
Olha só, até a Marizinha
Boceja e reclama de sono
Não aguentamos mais tanto comentário
Que, com pretensão de ser hilário
Só nos faz pensar: "Que bando de otários!"

Eis que realizo um sonho:
a cada aula um poema componho

Como não encontrar inspiração
Enquanto o fim da aula aguardamos com tensão?

(Gabriele Borges)

Guarulhos, 19 de Março de 2012.

15 de março de 2012

Palavras


"Gosto de conversar com você.
As palavras brincam de saltar dos lábios para os olhos e através deles dizemos o que nossa boca não consegue expressar."

(Grulha)